Desfalque na Junta de Alhandra é maior que o inicialmente calculado

Presidente do executivo fala em prejuízo público a rondar os 49 mil euros. Funcionária suspeita de ter desviado dinheiro foi despedida na sequência do processo disciplinar.

O montante que alegadamente foi desviado por uma funcionária da Junta de Alhandra, nos últimos anos, é maior do que aquele que foi inicialmente anunciado e ronda os 49 mil euros. A informação foi avançada na última sessão da Assembleia de Freguesia de Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz pelo presidente da junta, Mário Cantiga (CDU).

“O valor que se tem lido, de 20 mil euros, não é verdadeiro. Na verdade foi bem maior do que isso e rondou os 49 mil euros. Em todo este processo nunca tivemos medo da verdade e de afrontar o problema com toda a honestidade e frontalidade”, notou o autarca, que respondia a questões dos eleitos da bancada do PS sobre o assunto.

Mário Cantiga voltou a defender que “não havia perdão” possível para a funcionária suspeita de ter praticado o desfalque e cujo processo disciplinar determinou o seu despedimento. “Ela enfrenta dois crimes: um de desrespeitar a junta e a idoneidade desta casa e o processo-crime em tribunal”, notou Mário Cantiga. O autarca elogiou a forma como o processo disciplinar foi conduzido e a sua celeridade.

Fonte : O Mirante