Filhos até aos 25 anos entram para o IRS dos pais

20151102_07A reforma do IRS integra esta nova medida uma vez que muitos jovens que já deixaram de estudar continuam na casa dos pais.

Os jovens até aos 25 anos, independentemente de se encontrarem ou não a estudar, são considerados dependentes dos progenitores no IRS. A não ser que estejam a trabalhar ou recebam uma herança.

O Dinheiro Vivo dá conta que a reforma do IRS atribui a classificação a todos os filhos ou equiparados que não tenham mais de 25 anos e que não possuam rendimentos anuais superiores ao salário mínimo nacional.

No regime anterior, os filhos deixavam de poder ser incluídos na declaração de IRS dos pais quando faziam 18 anos, a não ser que se encontrassem a estudar. Agora, o estatuto de estudante deixou de ser necessário para continuarem a ser dependentes fiscais.

E mesmo quando há rendimentos, este apenas retira os filhos da declaração anual do IRS dos pais quando aquilo que recebem ultrapassa o equivalente ao salário mínimo nacional (7.070 euros por ano).

No entanto, o jovem é retirado da dependência quando recebe uma herança da qual resultam mais-valias – como a venda de um imóvel ou de uma quota-parte numa sociedade. Se for maior de idade terá de apresentar uma declaração de IRS autónoma no ano em que os rendimentos tiveram lugar. Mas não o impede de regressar à declaração dos seus pais.

A questão da idade surge agora uma vez que muitos jovens que já deixaram de estudar permanecem na casa dos pais por não conseguirem arranjar emprego.

Fonte : Notícias ao Minuto