MEC investiga número elevado de pedidos para mudança de escola por motivo de saúde

2016042510_2O caso passa-se em Bragança e foi noticiado pelo jornal local Mensageiro de Bragança que apresenta números concretos para cada concelho. A situação está a causar indignação junto de docentes e diretores de agrupamentos.

O Ministério da Educação confirma que está a investigar vários casos de professores que pediram para mudar de escola devido a problemas de saúde, no distrito de Bragança.

A existência de um elevado número deste tipo de casos foi noticiada pelo jornal local Mensageiro de Bragança, que avança com números concretos para cada concelho. Só em Bragança existirão 362 professores com atestado e um único agrupamento terá mesmo 121 docentes a pedir mudanças devido a doença.

Segundo o jornal, o problema está inclusive a causar indignação entre professores de Quadro de Zona Pedagógica.

Contactado pela TSF, o Ministério da Educação não confirma nem desmente os números avançados pelo jornal. Fonte oficial explica, contudo, que a Inspeção-Geral da Educação e Ciência tem em curso vários processos de averiguação relacionados com estes atestados médicos.

Fonte : TSF