Professor pedófilo apanha 25 anos

20150704_01-300x169Por 327 crimes de abuso sexual de crianças, José Carlos Veríssimo, o professor de educação física e treinador de futebol juvenil do Marco de Canaveses, foi ontem condenado a 25 anos de prisão. Caso não houvesse limite máximo na lei, a pena seria superior a 900 anos.

O Tribunal de Penafiel deu como provado que o pedófilo – que nunca assumiu os crimes – manteve atos sexuais com nove menores, entre os 8 e os 12 anos, um dos quais familiar. Aliás, esse menino chegou a ser abusado na sala de casa enquanto a mãe estava a cozinhar. Os crimes ocorreram no Marco, em Sacavém, Leiria e na Madeira.

Ficou provado que considerava ter uma relação amorosa com uma das vítimas, a quem comprava roupas de marca e prometia carreira no futebol. Numa viagem à Madeira, enquanto uma amiga conduzia, Veríssimo colocou um casaco por cima de si e do menor e masturbou-o.

Fonte : CM