Taxistas de Vila Franca de Xira estão há seis anos à espera de projecto para nova praça

20150217_21_taxis_vfx-300x182 (1)O projecto de requalificação e adaptação de um novo terminal de taxis e autocarros junto à estação de comboios de Vila Franca de Xira está num impasse há seis anos e quem continua a ser prejudicado são os utilizadores dos taxis e os profissionais do volante.

O tema é sensível e divide opiniões. De um lado está quem apoia o projecto, que prevê que o embarque dos autocarros e dos taxis passe a ser feito numa língua de estacionamento paralela à estação, mas “escondida” da rua Serpa Pinto, a mais movimentada da cidade. Do outro estão os que defendem que a solução não beneficia o negócio porque retira visibilidade aos taxis e não dignifica quem chega à cidade de comboio. Actualmente está em vigor uma solução “provisória”, em que alguns taxis estão na praça antiga (em frente à estação) e os restantes no parque de estacionamento ao lado da estação.

Talvez por dividir tanto as opiniões, o projecto tem andado no jogo do empurra nos últimos anos, entre a câmara, a junta e a REFER, responsável pelo terreno. Na última semana o presidente do município, Alberto Mesquita (PS), recebeu a visita de três taxistas durante a reunião de câmara e prometeu resolver o assunto com brevidade.

“Já houve vários projectos, temos negociado e têm-nos dito que a solução está para breve mas nunca mais. Não vemos viabilidade numa praça de taxis enfiada num buraco, vamos ficar muito escondidos”, lamentou João Cunha, em representação dos taxistas. Os problemas na actual paragem são conhecidos: falta de abrigos para quando chove ou faz vento, excesso de calor no verão e ausência de bancos para os passageiros esperarem. “Não dá uma boa imagem para quem chega à cidade”, lamentou.

Fonte : O Mirante