Os 10 erros mais graves na alimentação infantil

2016032109A alimentação das crianças é um quebra-cabeças para muitos pais e as pressas impostas pelo quotidiano, complicam o cumprimentos das regras de uma alimentação saudável.

Há muitos problemas no tipo de comida e na forma como as crianças comem. Veja quais os 10 erros mais graves na alimentação dos jovens, segundo a Infosalus:

1. Excessiva improvisação: A maioria das famílias (cerca de 80% segundo alguns estudos) não planifica menus semanais. O resultado da desorganização reflete-se no excesso de peso. É importante fazer compras inteligentes e pensar nas próximas refeições.

2. Sistematizar o menu: Recomenda-se que haja um consenso sobre as refeições. As famílias devem sentar-se e decidir. Devem ter em conta que não se pode corresponder a todas as ânsias dos mais novos, deve ser imposto um equilíbrio.

3. Saltar o pequeno-almoço: O pequeno-almoço é muito importante numa alimentação equilibrada. Não comer de manhã ou fazê-lo com excesso de gorduras e açucares é comum e prejudicial.

4. Petiscar a toda a hora: É importante ter regras e cumpri-las. Se os menus estiverem bem definidos e as horas forem cumpridas não haverá a necessidade de petiscar ou comer snacks, normalmente com elevados níveis de gordura.

5. Comidas tardias: Os humanos possuem um relógio interno que ajusta os horários da entrada dos alimentos com o gasto energético. Devem conciliar-se os horários com os menus de modo a não comer muito tarde. O jantar deve ser cedo e leve de modo a saciar as necessidades sem excessos.

6. Refrescos açucarados: Os refrescos são muitas vezes açucarados e com calorias elevadas, em caso de sede devemos sempre beber água.

7. Comida rápida: A comida rápida é atrativa, saborosa, barata e de fácil acesso mas conduz a uma subida rápida dos níveis de açúcar. Além disso, fazem com que passado pouco tempo haja mais vontade de comer. Só se deve optar por estas comidas no caso de estarmos num momento de lazer.

8. Demasiada carne e pouca verdura: A proteína animal não deve ocupar mais de um quarto do prato, juntamente com legumes e cereais. Basta comer pequenas porções de carne brancas ou peixe e evitar comer em excesso carne vermelha. Os protagonistas da alimentação devem ser as verduras/hortaliças e em menor número a fruta.

9. Interpretar mal as recomendações e confundir os termos: Quando nos dizem que devemos comer mais cereais e grãos integrais não está em causa aumentar o número de torradas ou cereais ao pequeno-almoço. Devemos incluir refeições completas de grão de arroz, massa ou pão, entre outros.

10. Aversão indiscriminada a todas as gorduras: Não devemos ver todas as gorduras da mesma forma. Enquanto os doces, e molhos e outros alimentos fazem parte das gorduras hidrogenadas que prejudicam a saúde, as gorduras saturadas devem fazer parte da nossa rotina através de nozes, semente, abacates, azeite e outros.

Fonte : Notícias ao Minuto