Há 250 horários por preencher através da bolsa de escola

201609120601De acordo com o Ministério da Educação, “há apenas 250 horários por preencher”, que correspondem a 10% das necessidades indicadas na Bolsa de Contratação de Escola.

O Ministério da Educação e Ciência esclareceu que os 10% de necessidades em falta nas escolas com autonomia e TEIP (Territórios Educativos de Intervenção Prioritária) correspondem a 250 horários por preencher, através da Bolsa de Contratação de Escola.

De acordo com uma nota enviada à agência Lusa, quando esta quinta-feira o secretário de Estado da Administração Escolar, João Casanova de Almeida, afirmou que faltava apenas preencher 10% das necessidades indicadas na Bolsa de Contratação de Escola (BCE), referia-se a 10% dos 2.500 horários que foram indicados pelas escolas para contratação.



A Lusa começou por avançar que os 10% de necessidades referidos pelo secretário de Estado equivaleriam a cerca de 1.500 professores em falta nestas escolas, tendo por base uma explicação dada pelo gabinete de imprensa do Ministério da Educação e Ciência (MEC). No entanto, de acordo com o esclarecimento agora prestado, em causa estavam “10 por cento das necessidades iniciais das escolas TEIP e com contrato de autonomia, no âmbito da BCE contínua, ou seja, cerca de 2.500 horários”, o que se traduz em cerca de 250 horários por preencher.

Fonte : Observador