Alunos portugueses conseguem medalhas de ouro e bronze nas Olimpíadas Ibero-Americanas de Matemática

Em dois anos consecutivos, Portugal obteve três medalhas de ouro, duas de prata e duas de bronze, sublinha Ministério da Educação.

Equipa portuguesa competiu com alunos de 22 países, nas Honduras.
Equipa portuguesa competiu com alunos de 22 países, nas Honduras.

 

David Martins, da Escola Secundária de Mirandela, Francisco Andrade, da Escola Secundária do Padrão da Légua, Matosinhos, e Henrique Aguiar, da Escola Secundária José Estevão, Aveiro, são os três alunos portugueses que conquistaram medalhas nas Olimpíadas Ibero-Americanas de Matemática, que este ano decorreram em San Pedro Sula, nas Honduras. O ministro da Educação felicitou-os em comunicado, neste domingo.

“Em dois anos consecutivos, Portugal obteve três medalhas de ouro, duas de prata e duas de bronze, o que traduz a progressão do desempenho das equipas portuguesas neste tipo de competições e o esforço continuado de estudantes, professores e equipas de apoio e treino”, diz o ministério da Educação.

David Martins (que frequenta o 12.º ano do ensino secundário) conquistou uma medalha de ouro, “repetindo o resultado obtido em 2012, na Bolívia”. Francisco Andrade (11.º) conseguiu a segunda medalha de ouro e Henrique Aguiar (11.º) conquistou uma medalha de bronze. A equipa que representou Portugal nas XXIX Olimpíadas Ibero-Americanas de Matemática era ainda constituída por David Andrade, da Escola Secundária de Albufeira, o mais novo (10.º ano) e estreante nas OIAM. Os alunos deverão chegar neste domingo à tarde a Lisboa.

A competição decorreu em San Pedro Sula, nas Honduras, e contou com 82 alunos de 22 países. Os resultados por país não foram ainda disponibilizados.


A participação nas OIAM é, em Portugal, organizada pela Sociedade Portuguesa de Matemática e a selecção e a preparação dos alunos é feita pelo Projecto Delfos, do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra. Um comunicado da Sociedade Portuguesa de Matemática informa ainda que as Olimpíadas 2013/2014 foram apoiadas pelo Ministério da Educação e Ciência, pela Ciência Viva, pelo Banco Espírito Santo, pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Pathena.

O mesmo comunicado informa que “os alunos que queiram vir a conquistar um lugar nas equipas que representam Portugal nas competições internacionais deverão começar por participar nas XXXIII Olimpíadas Portuguesas de Matemática. As inscrições estão abertas até 31 de Outubro”.

 

Fonte : Público

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.