Tubarão na Fonte da Telha

Anequim é comum na costa portuguesa. Não há registo de ataques a humanos.

20140828_anequim_fonte_telhaPescadores da Fonte da Telha, em Almada, foram surpreendidos com o resultado de mais um dia de pesca. Junto de cavalas e outros peixes, um fez-se notar: cerca de um metro e uma força acima da média. Era um tubarão-anequim, espécie muito comum nas águas costeiras de Portugal. “Não estávamos a contar com o tubarão. Veio junto de outros peixes, na rede de pesca, mas já estava moribundo. Mesmo assim, ainda abria e fechava a boca e mexia-se com muita força”, conta Raimundo Silva, de 45 anos, pescador. O episódio aconteceu no início do mês, pelas 22h00. Raimundo e Armando são irmãos e, no período do verão, praticam a arte xávega, um tipo de pesca artesanal comum no mar da Costa da Caparica. “Colocámos a rede a 500 metros da praia e recolhemos, com recurso ao trator”, referiu Armando Silva, de 56 anos, acrescentando: “Como não tinha qualquer valor comercial e já estava quase morto, acabámos por deitá-lo fora.” A espécie, segundo Élio Vicente, biólogo do Zoomarine, é das mais frequentes na costa portuguesa e não há registo de ataques a humanos.


Fonte : Correio da Manhã

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.